notícia
UM MILHAR DE ESPECTADORES NO TEATRO AVEIRENSE, NA ESTREIA DE "UM GATO SEM NOME E OUTROS FILMES"

Mais de um milhar de espectadores passaram no fim-de-semana passado pelo Teatro Aveirense para assistirem à estreia do filme português de desenhos animados para a infância "Um Gato Sem Nome e Outros Filmes".

Com a presença de realizadores e animadores dos filmes que apresentaram cada sessão, as exibições decorreram em clima de boa disposição e foram registando números crescentes de espectadores, de sessão a sessão.

Entretanto, o Cinema da ETPZP, em Pedrogão Grande, foi a primeira sala a registar lotação esgotada na estreia deste filme.

"Um Gato Sem Nome e Outros Filmes" é uma aposta portuguesa para o cinema neste Natal, mas é também a primeira vez que o cinema de desenhos animados para a infância feito em Portugal chega às salas de cinema.

Nesta estreia inédita, os espectadores puderam ver uma hora de animação constituída por 7 curtas-metragens, da autoria de diferentes realizadores, na sua maioria produzidos pelo mais antigo estúdio de cinema português de animação em actividade, o Estúdio de Cinema de Animação do Cine-Clube de Avanca.

Com "Um Gato sem Nome e outros filmes", os espectadores poderão descobrir o que aconteceu à Menina Cláudia, que desejou ser mosca na véspera do seu aniversário, ao relógio do Tomás que mandava no tempo, viver com o Zé e seu amigo Pinguim as aventuras da Feira Popular, espreitar a luz, correr na pista mais louca até à hora de jantar e viajar pelas histórias encantadas, que se revelam um pouco diferentes do normal. Filmes em que é permitido rir e bater palmas, sobretudo porque, por vezes, não ter paciência para ouvir os outros é sinónimo de diversão...

Realizados por Carlos Cruz, Cláudio Jordão, Cláudio Sá, Francisco Lança, Sérgio Nogueira e Vítor Lopes, serão exibidas as curtas-metragens "Um Gato sem Nome", "Super Caricas", "O Relógio de Tomás", "Zé e o Pinguim", "Dá-me Luz", "Living in the Trees" e "Histórias desencantadas". Estes filmes foram distinguidos na Austrália, China, Cuba, Grécia, Itália, Portugal e República Checa, num total de 17 prémios.

Entretanto, prosseguem as exibições em cinemas, teatros e auditórios de várias localidades por todo o país. Esta semana iniciam-se projecções em Espinho (Multimeios) e Pampilhosa da Serra, prosseguindo em Janeiro e Fevereiro, em múltiplas localidades de todo o país.

Algumas destas obras tiveram o apoio do ICA/Ministério da Cultura, IPJ e outras foram produzidas exclusivamente pelo realizador e pelo Cine-Clube de Avanca.
Este estúdio de animação produziu, entre outros, a primeira longa-metragem da animação portuguesa "Até ao Tecto do Mundo", recentemente distinguida em Los Angeles.

Terça-feira, 20 de Dezembro de 2011
© Copyright 2015 CinemaDG