notícia
“ÁFRICA ABENÇOADA” NOMEADA PARA OS PRÉMIOS SOPHIA

Entre os nomeados para os Prémios Sophia 2016 está a produção do Cine-Clube de Avanca e Filmógrafo “África Abençoada”, de Aminata Embaló, na categoria de Melhor Documentário de curta duração. O anúncio foi feito na passada quinta-feira pela Academia Portuguesa de Cinema.

Os nomes dos vencedores serão divulgados a 13 de maio, no Centro Cultural de Belém, numa cerimónia que desde 2012 distingue os melhores profissionais de cinema.

O filme agora distinguido, foi rodado na Guiné-Bissau mas também no Senegal, Gâmbia e Mauritânia, numa parceria com a Água Triangular. “África Abençoada” é mais do que uma viagem por quatro países africanos, é sobretudo uma viagem pela precariedade em que têm vivido os jovens adultos guineenses.

Quintino Na Pana percorreu repetidamente ao longo de 4 anos, cerca de 1000 quilómetros, atravessando 4 países na sua bicicleta, para apelar à paz no seu continente africano.
Ciclista, guineense de 29 anos, pai de cinco filhos, professor de educação física no ensino secundário e estudante na faculdade, Quintino tenta viver entre os sucessivos e longos atrasos do ordenado e o sonho e desejo de paz, pedalando em nome de uma sociedade africana mais justa e equilibrada.

Este filme teve a sua primeira exibição no Cine-Teatro de Estarreja e posteriormente estreou no festival “AVANCA 2015 – Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia”.

Realizado por Aminata Embaló, numa autoria conjunta com Mónica Musoni, este filme reuniu uma equipa conjunta de portugueses e guineenses.
António Bento, Mamadú Sello, Nené e António Valente percorreram todo o percurso do filme, onde a produção executiva esteve a cargo de Aliu Nhamajo, Carlos Lobo, Catarina Almeida, Joaquim Baldé, João Serras Pereira e Júlia Rocha. Com montagem de Carlos Silva, som e música de Fernando Augusto Rocha, a equipa técnica foi ainda completada por Álvaro Marques, António Fonseca, António Osório, Cláudia Ferreira, Eunice Castro, Hamilton Trindade, Rita Capucho e Sérgio Reis.
Paulo Rebocho e António Costa Valente produziram, com o apoio da RTP, da SEC/ICA – Instituto do Cinema e do Audiovisual, do Governo da Guiné-Bissau e das Embaixadas de ambos os países.

Os Prémios SOPHIA, cujo nome foi escolhido em homenagem à poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen, são atribuídos anualmente desde 2013 e têm como objetivo reconhecer a melhor produção do nosso cinema.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015
© Copyright 2015 CinemaDG