notícia
34º PRÉMIO PARA “UMA VIDA SUBLIME”

Luís Diogo acaba de ganhar o Prémio Melhor Realizador nos “Diamond Film Awards”.

Com esta distinção, o filme “Uma Vida Sublime”, atinge o inédito número de 34 prémios, confirmando ser assim o filme nacional mais premiado de sempre.

Os “Diamond Film Awards”, são uma organização da “Fondazione Amedeo Pesce”, entidade que promove o espírito empreendedor em Itália e no mundo, para além de divulgar a figura e obra de Amedeo Pesce, enquanto empresário e humanista.

Tendo acontecido em Salerno, Itália, este prémio é também a 32ª distinção que este filme recebe no estrangeiro.
Anteriormente recebeu prémios na Albânia, Austrália, Espanha, Equador, EUA, Índia, Itália, Rússia, São Tomé e Príncipe e Tailândia, para além de Portugal onde foi distinguido com mais 2 prémios.

“Uma Vida Sublime”, que entretanto tem estado nomeado para várias outras distinções, participa assim na seleção oficial de 56 festivais espalhados por países dos 5 continentes.

De forma inabitual no cinema nacional, este filme tem arrecadado participações e presenças sem memória na nossa cinematografia, sobretudo quando toda esta presença internacional acaba por acontecer no curto período do corrente ano, após a sua estreia no Fantasporto em março passado.

Sendo uma produção totalmente independente, que reuniu o realizador, a Filmógrafo e o Cine Clube de Avanca, contou com a participação dos municípios de Castelo Branco e Paços de Ferreira, com o contributo do Festival Internacional de Cinema AVANCA e de alguns patrocinadores privados. Muito recentemente juntou-se o ICA (Ministério da Cultura), apoiando a presença deste filme na Rússia, onde estreou no circuito comercial das salas de cinema deste país e da Bielorrússia.

O início do novo ano traz um novo desafio.
Estrear nas salas de cinema portuguesas, para a qual a data de estreia está já prevista para a quinta feira dia 24 de janeiro.

Algumas destas exibições irão permitir o encontro do filme com a música, igualmente premiada, da revelação portuguesa “Moonshiners”.
A protagonista do filme, Susie Filipe para além de atriz é igualmente a baterista desta surpreendente banda que este ano apresentou o seu primeiro álbum “Prohibition Edition” com “canções para homens sensíveis e mulheres de barba rija”. Influenciados por uma panóplia de sonoridades que vão desde Bob Dylon a Morphine, o grupo foi nomeado melhor banda portuguesa pelos Prémios “Pop Eye”, entregues em novembro passado em Caceres, Espanha.

sábado, 29 de dezembro de 2018
© Copyright 2020 CinemaDG