notícia
DERIVA LITORAL, O FILME DE SOFIA BARATA CHEGA ÀS SALAS DE CINEMA

Premiado pelo Festival de Cinema PAISAGENS de Sever do Vouga, o filme de Sofia Barata "Deriva Litoral - o impacto da erosão costeira em Portugal", chega no início de maio às salas de cinema.

No inverno de 2013-2014 a costa portuguesa foi fustigada por fortes tempestades e agitação marítima prolongadas. As zonas costeiras foram notícia pelas piores razões e, nos últimos anos, tem-se verificado em Portugal um avanço progressivo do mar, pondo em causa a segurança de pessoas e bens. Este problema deve-se a vários factores.

A informação disponível nos meios de comunicação parece não ser suficiente para a compreensão destes fenómenos. Tornar a informação acessível a todos é fundamental, numa altura em que a comunidade científica debate os problemas da erosão e as suas causas...
Rodado ao longo de quase toda a costa marítima portuguesa, Deriva Litoral também passou pela praia do Furadouro em Ovar, e ali recolheu imagens impressionantes de uma costa onde a erosão é particularmente preocupante.

A perda da areia das praias, encontra neste filme um espaço de sensibilização para as causas e para as consequências deste problema que parece crescente. Se nada for feito, corremos o risco de ficarmos sem praias.

As imagens foram sendo captadas à medida que os Invernos decorriam (entre 2013 e 2016).

Sofia Barata conseguiu reunir sete investigadores da Universidade de Aveiro que aceitaram participar neste projeto. O filme, para além de recolher os seus testemunhos, é sobretudo baseado no seu trabalho de investigação. Alfredo Rocha, Carlos Coelho, Cristina Bernardes, Fátima Alves, Filomena Martins, Paulo Baptista e Paulo Silva foram os investigadores que, surgindo no filme, nos trazem as preocupações que ano após ano assolam o nosso litoral.

Sofia Barata, com mestrado em Comunicação Multimédia pela Universidade de Aveiro, iniciou o seu percurso na RTP tendo posteriormente passado pela SIC onde apresentou, realizou e coordenou vários programas. Desde 2009 em Aveiro, na Fábrica Centro Ciência Viva da Universidade de Aveiro coordena, produz e realiza conteúdos de promoção da cultura científica e tecnológica.

Produzido em coprodução pela Fábrica Centro Ciência Vida de Aveiro e com a participação da Universidade de Aveiro, através dos departamentos de Ambiente e Ordenamento, Engenharia Civil, Física e Geociências e do Laboratório Associado Centro de Estudos do Ambiente e do Mar – CESAM. Colaboram na distribuição o Cine Clube de Avanca e Filmógrafo. Por este filme passaram igualmente as intervenções de Ana Carrilho, Bruno Pedrosa, Catia Azevedo Clife, Pedro Hugo, Domingues Laura Tubarão e Tiago Abreu.
Com fotografia de Miguel Serra e pós-produção áudio de Gualter Santos, a coordenação geral deste filme foi de Pedro Pombo.

Tendo tido a sua estreia no Festival Internacional de Cinema AVANCA, “Deriva Litoral” vai estar em exibição diária no Cinema Dolce Vita em Ovar e no Cinebox em Castelo Branco.
No dia 18 de maio pelas 21h30, o Teatro Aveirense também exibe este filme.

quarta-feira, 1 de maio de 2019
© Copyright 2020 CinemaDG