notícia
BEBÉ DEIXADO NUM CAIXOTE DO LIXO É TEMA DO FILME PORTUGUÊS MAIS VISTO NO YOUTUBE

A longa metragem de ficção “Pecado fatal” que o realizador Luís Diogo estreou em 2013, parece ter sido premonitório da recente notícia de uma mãe que deixou um bebé num caixote do lixo.

O filme conta a história de uma jovem que volta vinte anos depois ao locar onde a sua mãe a abandonou. Tal como na notícia, também no filme o abandono foi num caixote do lixo.

Protagonizado por Sara Barros Leitão, Miguel Meira e João Guimarães, este filme conta uma história de equívocos e paixão que vive no limbo de um pecado irrevelável.

Sara Barros Leitão, protagonizando o filme, foi premiada no Brasil (FESTICINI - Festival Internacional de Cinema Independente), para além de ter sido nomeada para os Prémios Sophia e os Globos de Ouro.

“Pecado fatal” foi na altura distinguido com 11 Prémios no Brasil, Bulgaria, Cabo Verde, Canada, Croácia, Itália, São Tomé e Príncipe, para além de Portugal.
“Pecado Fatal” foi entretanto adquirido por uma distribuidora norte americana e tem estado a ser exibido por todo o mundo. Tendo sido exibido na RTP2, o filme chegou ao Youtube e transformou-se num sucesso de visualizações e comentários.

Com mais de 2 milhões e 600 mil visualizações, esta é presentemente a longa metragem portuguesa mais vista no Youtube.
Para além deste número impressionante, outras versões do filme legendado ou dobrado noutras línguas estão espalhadas pela net, multiplicando este número de infoespetadores.

“Pecado Fatal”, que Luís Diogo produziu com o Cine Clube de Avanca e a Filmógrafo, foi rodado maioritariamente em Paços de Ferreira e Castelo Branco, tendo contado com vários apoios locais.

Luís Diogo é também o realizador da longa metragem “Uma Vida Sublime”, um filme que em 2018 recebeu 34 prémios, tendo-se transformado no filme mais premiado do cinema português.
Como argumentista, as suas histórias envolveram realizadores como Leonel Vieira, Luís e Gonçalo Galvão Teles e M. F. Costa e Silva.
Tendo nascido na Guiné-Bissau e sendo natural de Castelo Branco, formou-se em artes visuais pela ESE de Castelo Branco, estudou cinema na ESAP do Porto e tem orientado e coordenado ações de formação em escrita cinematográfica, nomeadamente no Festival de Cinema AVANCA.

sábado, 16 de novembro de 2019
© Copyright 2020 CinemaDG